Maclaren F1

Até chegar a Maclaren F1, um longo e trabalhoso caminho foi percorrido pois em 1989 a McLaren Cars Ltda. se formou com o objetivo de desenhar e construir um carro de rua que tivesse um grande desempenho e no ano seguinte teve início um programa para construção de carros especiais de corrida para uso em rua, cujas características e prioridades deveriam ser totalmente diferentes dos carros de corridas até então produzidos em série. Os carros Maclaren F1 começavam a terem um esboço com chassis e carroceria de polímeros, posição central para dirigir, dois bancos laterais recuados para os caronas, uso aerodinâmico de efeito- solo e ainda refrigeração dos freios eletrônica. Além disso o seu prestígio aumentou muito quando da implantação de um poderoso motor de 6.1 litros, que rendia 550 cv, na primeira versão e que logo a seguir foi substituído por outro mais potente com 627 cv em sua versão definitiva.

Esse projeto da Maclaren F1, apesar de toda a agressividade de seu motor, quando em baixas rotações permitia uma condução extremamente suave, entretanto quando em altas rotações, acontecia bem ao contrário e apresentava um desempenho extremamente violento e rápido. Tudo isso se fazia acompanhar de uma injeção eletrônica que foi desenvolvida pela TAG Systems, sendo que o comando de válvulas mudava constantemente. O motor, apesar de todas as mudanças de que foi alvo, ficou somente um poço mais pesado e pouco maior do que os motores de F1 que existiam naquela época. Quanto à caixa das mudanças, agora de seis marchas foi de total responsabilidade da Traction Products, empresa americana. A Maclaren F1 adotou também quatro conversores catalíticos além de um silencioso potente que atuando em conjunto, absorvem o choque quando acontece uma colisão na traseira.Essa característica é mantida nos jogos de F1 PS3, diferente dos jogos comuns de carros tunados.


A estrutura deste mega carro Maclaren F1, foi projetada e construída totalmente em plástico e as suspensões são totalmente independentes tanto na traseira quanto na dianteira. Como todo o carro de corrida, a direção era mecânica para que não se perca a sensibilidade quando em altas velocidades enquanto o freio era com pinça e com monobloco de alumínio, quatro pistões com discos ventilados, sem ABS, porém com um sistema computadorizado de refrigeração. Conta ainda com automático de equilíbrio, que cola o carro no chão em caso de freadas repentinas. O interior do Maclaren F1 é de um carro luxuoso, o que dá conforto aos pilotos de Fórmula 1 e ainda são motivo de inveja aos donos de carros modificados ou até mesmo aos proprietários de carros tunados importados. Quanto ao desempenho é assustador pensar em tal velocidade pois vai de 0 a 100km/h em 3,8 segundos e atinge mais de 380 km/h.

Carros Tunados - Artigos de Automobilismo mais visitados