Mesmo que os organizadores estejam afirmando que o evento não deixará de ser realizado, a verdade é que a crise compromete Salão de Tóquio e isso já começa a ser comprovado quando 22 montadoras já fizeram declarações afirmando que não poderá comparecer a mostra japonesa. Das principais Marcas de Carros, Volkswagen, GM, Ford, Maserati, Porsche, Mercedes Benz, já decidiram de antemão que não montarão seus estandes sendo que a grande maioria das fabricantes que faltarão estão alegando que precisam cortar custos devido à crise mundial que estamos atravessando e que atinge em cheio as montadoras de automóveis.

Crise Compromete Salão de Tóquio

Crise Compromete Salão de Tóquio

A estimativa positiva dos organizadores calcula que o numero de carros expostos deve se reduzir em 50% em comparação a edição anterior do evento. A crise compromete Salão de Tóquio mas mesmo assim as três montadoras japonesas, Toyota, Honda e Nissan, por certo se farão presentes e poderão garantir atrações suficientes para manter o evento bastante atrativo. O Salão deverá ter inicio no dia 23 de outubro e depois que várias montadoras importantes afirmaram que não poderiam comparecer foi a vez da Volvo que pertence a Ford e que também vem com muitas dificuldades para enfrentar a crise, anunciar que também deverá faltar ao evento e assim cada vez mais a crise compromete o Salão de Tóquio que é considerado uma das mostras mais importantes no calendário do Salão do Automóvel.

Foto

Foto

O diretor executivo da Associação de Fabricantes de Automóveis do Japão afirmou que no inicio do próximo mês irão avaliar sobre a possibilidade de adiamento do evento e caso este tenha que ser cancelado, somente voltará a acontecer em 2011. Com as Vendas de Automóveis prejudicadas, as exposições de carros há muito vem sentindo os efeitos da crise bastam ver as Noticias do Mundo Automotivo que dizem que o salão de Detroit que terminou em fins de janeiro sofreu uma grande queda com a debandada das grandes marcas. Outro forte motivo para que GM, Ford e Chrysler tenham desistido de participar do evento é o fato de que as vendas das três montadoras no mercado japonês não justifica o grande investimento que teriam para montar seus estandes.

Brasil

Brasil

Em tempos difíceis e de crise a prioridade de qualquer montadora certamente que não deverá ser participar de mostras como esta e assim a crise compromete o Salão de Tóquio que a cinco meses de sua data prevista já tem muitas montadoras que desistiram de participar como sempre faziam. Atualmente o foco das fábricas é a Venda de Carros que foi duramente afetada pela crise e somente agora está começando a se reanimar com os incentivos como Bônus para a Compra de Carro Novo, ou então a isenção do IPI que no Brasil está dando um bom impulso as montadoras fazendo com que comecem a se movimentar para voltarem aos patamares anteriores a crise que compromete Salão de Tóquio.

Inserir Comentário